terça-feira, julho 25, 2006

O estado do sitio

Sabia que:

Existe alguém a receber dinheiro público do Municipio para escrever isto!

Se souberem quem ele é (embora eu acredite que o autor decidiu colocar o seu próprio nome lá pelo meio do texto, à Jardel) digam-lhe que já podemos usar a palavra sítio em vez de "site".

4 comentários:

AM disse...

Viva Avelino :-)

Palavra que estou apenas a tentar adivinhar, usando as suas pistas, mas, pelo "charme" (*) desta peça de prosa:

«Criticar frontalmente opções dos jornais e questionar a sua isenção e competência é, efectivamente, uma matéria virgem no nosso regime e que, no que à CMP diz respeito, tem sido desflorada neste espaço on-line.»

...arrisco alvitrar o José Rodrigues dos Santos (ainda mal refeito da sua "sopa de peixe")

«Transparece do esforçado trabalho de Margarida Gomes que a dimensão que este site atingiu poderá ser fruto dessa ousadia.»

Sim, porque se fosse escrito por esta tal Margarida Gomes não iria decerto (por decoro) auto-classificar de "esforçado" o seu "trabalho", cuja "ousadia" se limita a "desflorar" a "matéria virgem" do "seu" ("nosso" nunca ) "regime"

AM

* - Claro que "charme" aqui, só no sentido figurado.......

maloud disse...

Finalmente o Público denunciou no caderno principal, com a "achega" quase sempre pertinente de VPV, o despotismo do dr. Rio. Só temo que seja tarde.

AM disse...

Sobre o Rivoli:

Avelino e outros amigos não enquadrados (leia-se em partidos)

Quando um abaixo assinado (mesmo que pela NET) consegue 5200 assinaturas (por agora) em dois dias, no final de Julho, estamos na presença de algo muito grande, de algo com muita força.

Eu agredito que não chega ter a maioria dos votos para se ter o "poder" de fazer tudo e mais alguma coisa.

Rui Rio não ganhou o direito a ser ditador por mais quatro anos!!!

O que Rio ganhou foi a obrigação de gerir o nosso "condomínio", da melhor forma que saiba e de acordo com o programa que apresentou.

Eu penso que é possível ainda travar mais esta "aberração".

Eu penso que o confronto entre esta atitude para o RIVOLI e o empenhamento nas "corridas de calhambeques" (patente na sua apresentação com um ano de antecedência) pode e deve ser "explorada" politicamente.

Eu penso que com a força que representam estas mais de 5.000 assinaturas (mais de 5000 pessoas que se dispusera,m a fazer "algo") será possível tentar ainda travar isto.

Rui Rio tem que ser travado.
Penso não vir a existir melhor ocasião.

Avelino, alguém tem que liderar...

Força.

AM

avelino disse...

Pois!
Mas atenção que eu não disse que o texto foi escrito pelo jornalista citado na noticia.

Mas gostei dos encómios à Margarida Gomes.
Os mais atentos saberão que o alvo está um noiquinho ao lado.