sexta-feira, abril 07, 2006

Pobres de nós!



A prova mais provada da degenerescência do Porto, está estampada nesta historieta mal-cheirosa da "madamme" que vivia com Pinto da Costa e do próprio, que cada vez mais se assume como uma caricatura daquilo que poderia efectivamente ser.
Não que eu considere que seja mentira este folhetim, mas sim porque a confusão deve ter sido bem maior. Assim, das capas das revistas côr-de-rosa se passa para as noticias do Correio da Manhã e do JN, como qualquer arrufo havido no bairro de Aldoar ou na Peixaria ali do mercado.
Depois da campanha eleitoral autárquica centrada em conflitos de pouco interesse, bem como a tendência dos personagens portuenses em se envolverem nestas palermices que só desqualificam a necessidade desta região em se afirmar pelas boas razões, só faltava esta.
Por mim, nunca mais Pinto da Costa Olé, Olé.

7 comentários:

maloud disse...

Devo ter andado emigrada sem saber. Alguém tem a bondade de me explicar estas fotografias da "dona" Carolina?

AM disse...

Avelino

Não me leve a mal, mas....

Na caixa de comentários do "post" anterior, vai acesa (e ultra interessante, digo eu) a discussão (tipo chat) que já passou por pontos tão elevados como a existência ou não do espécime animal «militante socialista honesto e inteligente», para além do significado actual de «esquerda», do papel dos partidos, etc. etc. etc.

Ou seja, aquilo que queremos (queremos?) deste "blog" se calhar está a nascer na caixa de comentários abaixo.

Vai daí o Avelino pespega aqui com fotografias dessa gente......

AM

avelino disse...

Também acho a conversa dos comentários bem interessante.
Embora me chateie ouvir tanta gente fallar de cátedra sobre os partidos sem os conhecer profundamente.

Agora o assunto desta senhora tem uma importÂncia política e social de grande relevo. Por duas razões:
1) A instituição FCP tem sido âncora transversal em aspectos económicos e sociais na cidade.
2) É necessário as gentes do Porto serem mais exigentes com os seus personagens. Temos presidentes de cÂmara ridiculos, como valentins e ouros que me inibo de classificar. Temos lideranças políticas de 3ª categoria.

E apesar de haverem blogues da primeira água isto para mim dilacera.
Se não gostam da fotografia, pelo menos lembrem-se que na super conferência "Porto, cidade, região" ouve quem dissesse que o que era necessário era mais Pintos da Costa. E na altura todos concordaram.
Ninguém critica o Rui Moreira por lhe querer o lugar.

MAs se lhes doi vêr a triste realidade, então......

E já agora, pelo menos do Moreira nunca esperei comentários às fotografias que publico, embopra admita que estas são do mais pornográfico que aqui já foi feito :)

maloud disse...

Eu suspeito, mas como gosto pouco de suspeitar, insisto: O que é isto? Reedição de um episódio do médico espanhol da magreza?

AM disse...

Ó Avelino

Não vá agora ficar amuado comigo, OK?

Já não é a primeira vez que lhe critico uma imagem, lembra-se do "black power"?
Mas ao menos essa não era pornográfica...

Agora que é que esta gentinha tem a ver com o Porto?

Não tem, amigo Avelino, esta gentinha não passa daquelas caricaturas que o resto do país usa (e abusa) quando quer rir de nós.

O que é pena e que sejam sempre os que dizem representar o porto que lhes dão disto e com fartura...

AM

avelino disse...

Amuado????

Nem pensar, mas que me devertiu colocar esta imagem tenho que admiti-lo. Acho mesmo representativa do estado real do Porto

António Alves disse...

Sinceramente, alguém confundiu as aventuras do Taveira, o berbequim do Rangel ou as bofetadas do Albarran e do Talone nas respectivas com o carácter de Lisboa, ou aventou sequer a hipótese da degenerescência de Lisboa? Em degenerescência acentuada está o PS Porto, como o comprova a questão da API e a inutilidade, inconpetência e cobardia dos seus próceres.