segunda-feira, fevereiro 20, 2006

Antes que esqueça...

Estranhamente (?) este assunto tem sido muito pouco falado, quer na comunicação social, quer na "blogosfera"...

Porque eu SEMPRE achei que, quando há denúncia de um crime existe SEMPRE um crime, seja o denunciado seja o crime de calúnia ou difamação, entendo que este assunto merece a mais ampla divulgação:

"Sá Fernandes denuncia tentativa de suborno


Vereador do BE acusa administrador da Bragaparques de lhe ter oferecido 200 mil euros para se calar .
Domingos Névoa já foi constituído arguido e pagou 150 mil euros de caução

Autarca garante que foi alvo de tentativa de corrupção

"A mim ninguém me compra".
Peremptório e indignado, o vereador eleito pelo BE na Câmara de Lisboa, reiterou ontem as acusações de tentativa de corrupção por parte do sócio e administrador da Bragaparques, Domingos Névoa, que lhe terá oferecido 200 mil euros para que anulasse a acção que moveu em tribunal referente à hasta pública dos terrenos municipais da antiga Feira Popular.
Em visita ao bairro das Amendoeiras, em Chelas, José Sá Fernandes garantiu "que as provas são insofismáveis.
Está tudo gravado e documentado na Polícia Judiciária".

Continuar a ler no JN

António Moreira

7 comentários:

Mª Lurdes Delgado disse...

Vai ver que isto fica em nada. Porque o "infiltrado" era um advogado. Porque eu tenho direito a resolver o assunto extra-judicialmente. E todos os "porques" que as malhas da Justiça permitem. Haja um bom advogado e o dinheiro sempre pagou bons advogados.

Solariso disse...

Sá Fernades já tinha avisado que iria para a Câmara e que se ficaria a saber mais do que se passa dentro da Câmara.

Agora o facto deste caso não ter a devida atenção mediática...bem...Será que a Clube das Panelinhas e Subornos o iria permitir.

Basta uns telefonemas, relembrar uns favores, amigo que é amigo de amigo e tudo baixa de tom.

Pedro Aroso disse...

Caro António Moreira

É do domínio público que Domingos Névoa é um conhecido militante do Partido Socialista e dedicado apoiante do Presidente da Câmara Municipal de Braga.
E mais não digo...

Pedro Aroso

AM disse...

Caro Pedro Aroso

Não será do "domínio público" pois eu, pelo menos, não fazia a menor ideia.
Não fico minimamente surpreendido sendo apenas mais um factor para a próxima "maxi-causa" que estou a pensar lançar:
A fusão do PS com o PSD criando assim um grande partido que garanta a estabilidade e a coerência de políticas necessária ao desenvolvimento da economia.
Pensei que, o novo partido resultante dessa fusão, se poderia chamar, sei-lá "Acção Nacional Popular", ou "União Nacional" ou qualquer coisa no género...
Que acham?

Obrigado pela achega :-)
Abraço
AMNM

Mª Lurdes Delgado disse...

Pedro Aroso,
Diz-me com quem andas..., pois é o povinho tem iliteracia, mas às vezes, concedo, é muito sabedor.
Amnm,
Eu prefiro União Nacional. Você é novo e desconhece. Mas aqueles crismas todos feitos pelo Marcelo nunca entraram devidamente nas nossas cabecinhas conservadoras.

AM disse...

Cara Mª de Lurdes

Sou novo?
Quem me dera...
Lembro-me tão bem da "conversas em família"
Até me lembro que estava a fazer um exame no Alexandre Herculano, quando o Dr. Agostinho Gomes, nos veio comunicar o falecimento do Dr. O. Salazar...

Mas diga lá se a fusão dos dois partidos até não dava uma grande causa?

AMNM

Teófilo M. disse...

Ó AMNM, o Agostinho Gomes, o professor de Português, que também escrevia uns livritos?

Abraço