terça-feira, fevereiro 21, 2006

Emprego / Desemprego

Ontem, via Prós & Contras fiquei a saber algo muito interessante, que não sabia, mas que devia saber, porque faz toda a diferença.Que os números alarmantes do desemprego não correspondem a menos emprego. Isto é, que o emprego em Portugal não está a diminuir.

28 comentários:

Incoerente disse...

e tem toda a razão , repare ke um desempregado recebe kase tanto como um empregado e em alguns casos os dois fazem o mesmo , passam o dia no messeger...

Mª Lurdes Delgado disse...

Importa-se de trocar isso por miúdos.É que eu não vi o Prós e Contras. Ultimamente aquilo estava-me a parecer um Prós e Prós e, para ser sincera, detestei a bajulice da Fátima Campos Ferreira quando o eng. Bemiro de Azevedo esteve lá, num programa que julgo ter sido gravado às 8 H AM. Ou a Fátima é mais que os srs. deputados?

fortuna disse...

Bom, o sr. presidente do IEFP (deve ser do meu partido, por isso o sr. presidente)(Estas coisas são engraçadas; o pai de um amigo meu, o homem que impunha o maior respeito de todos que conheci, pelo tamanho, pelo semblante, pela postura, militar que era, batia continencia ao telefone com os seus superiores à velocidade de mais do que uma por minuto. Sempre acompanhada pelo respectivo "sim, meu coronel". Como se o coronel pudesse de alguma forma...enfim!)
revelou, com base nos próprios dados do IEFP que o emprego em Portugal não tem vindo a diminuir. Se o número não me falha são cerca de 5,1 milhões de pessoas com postos de trabalho efectivos e activos já de há uns anos para cá. (deve ser verdade porque os outros convidados confirmaram que sim). o que parece que se passa é que há três grupos sociais que recorrem agora aos centros de emprego aumentando o número de desempregados. Isto é, há uma maior percentagem de mulheres a querer trabalhar (convem lembrar que Portugal já era o pais da europa com maior número de mulheres no activo), há tambem um maior número de jovens a recorrerem imediatamente aos centros de emprego, não fazendo aquele compasso de espera tradicional quando sentem terminada a sua formação base, e há tambem os imigrantes a recorrerem aos centros de emprego. Tudo isto faz com que se registem todos os dias mais pessoas no desemprego, embora isso não seja resultado da perda efectiva de postos de trabalho. Claro, isto acompanhado com uma "dinamica de fluxos" muito intensa entre os grupos sociais e entre desempregados e empregados. Há menos emprego na industria e mais nos serviços.
Ora, a ser assim, eu considero isto um escandalo de proporções tais que quase perfiro meter a cabeça na areia e não pensar. É uma verdadeira fraude informativa. Uma especulação jornalistica escabrosa.
E vem uma vez mais confirmar aquilo que aqui tenho dito desde que o maldito José Manuel Barroso inventou o discurso da tanga.~
Ele criou uma crise artificial apenas e só para retirar dividendos eleitorais. Mas o terrivel é que foi tudo atrás. lembram-se da promessa eleitoral de Sócrates; recuparar 150.000 empregos?
Repito,a ser verdade, e tendo em conta que em 99/2000 estavamos à beira do pleno emprego, isto quer dizer que as familias portuguesas sentiram necessidade de aumentar e/ou assegurar os seus rendimentos.
Provérbio apropriado; o seguro morreu de velho. Isto é, quebra abrupta do clima de confiança, alarmismo.
A verdade, tal como o azeite, parece vir sempre ao de cima. O problema é que já ninguem liga os factos.

fortuna disse...

Amigo Moreira, se se der ao trabalho de ler Eduard T. Hall, um antropologo americano muito interessante, vai ver que não é nada estranho que ninguem ligue aos casos de corrupção

eu_mesma disse...

Só quero fazer uma perguntinha: é verdade que o nº 2 da lista encabeçada por Avelino Oliveira à concelhia do PS Porto, está a "preparar terreno" para ser cabeça de lista numas próximas eleições? Isso é que é fuga para a frente!!
Tenha cuidado, camarada Avelino, olhe que com amigos desses não precisa de inimigos. Vá pondo ordem nas suas hostes... "guerra de poleiros" na candidatura quando a procissão ainda vai no adro!!

fortuna disse...

Carissima "eu_mesma"
Embora não seja segredo, como sabe quem é o nº2 da candidatura Avelino Oliveira?
Sabe que ainda não há listas?
Já agora, não acha que essa táctica é velha demais, da parte dos mesmos de sempre?
Não acha que alguem que pensa que lançado um boato triste desbaratina as ostes contrárias não merece estar à frente de coisa nenhuma no PS?
Não se preocupe com a coesão da candidatura, preocupe-se (se me permite a dica) é com o futuro do nosso partido que é tambem com isso que se tem preocupado quer o Avelino Oliveira, quer o nº2, quer o nº3, quer todos os outros que não se conformam.

Antonio Almeida Felizes disse...

Caro Fortuna,

Permita-me que discorde e muito, com a maior parte das coisas que disse sobre a situação do emprego / desemprego actual em Portugal.

Todos nós sabemos que, se aos números do desemprego, acrescentassemos o trabalho temporario, os programas ocupacionais, estágios profissionais e outras situações de precariedade, a Tx de desemprego estaria já nos 2 dígitos.

Não há sector de serviços em Portugal com dimensão suficiente para absorver os milhares de operários fabris vítimas da deslocalização e da falta de competitividade dos nossos sectores industriais tradicionais.

Como é que pode haver criação líquida de emprego numa economia estagnada?

Para lhe dar uma noção mais clara desta realidade, digo-lhe que no quinquénio 2000/2005 Portugal apresentou um crecimento económico acumulado de pouco mais de 4,5%, no mesmo período, a nossa vizinha Espanha creceu 18,9%.

No ano de 2004 Portugal foi 183.º(sim, cento e oitenta e três) no mundo em crecimento económico (Fonte Banco Mundial).

Cumprimentos,

Antonio Felizes
http://regioes.blogspot.com
..

Incoerente disse...

Sempre suspeitei,
apercebia-me ke akeles grupos de funcionarios despedidos às portas das fabricas nortenhas não eram mais ke vulgares candidatos a Casttings - não estão no desemprego, nunca estiveram...

alem disso tambem é sabido que o numero cada vez maior de subsidios de desemprego, não passa de meras retribuições ...

alem de ke a nossa população tbm não trabalha até mais tarde, como todos sabemos as pessoas reformam-se aos 45 anos, são na maioria agricultores e na verdade cedem com facilidade o emprego aos mais jovens ...

é tudo um mistake , é sim senhor , nem aumentou a idade dos activos, nem diminuiu a idade dos ke procuram trabalhar porke efectivamente o abandono descolar diminuiu ... nem as fabricas foram deslocalizadas e o José Maria nunca existiu

então porke raio é ke o Socrates aumentou o IVA?!

Incoerente disse...

Outra boa

Cada vez mais mulheres kerem trabalhar ?!

Não tem outra hipotese , amigo Fortuna , aki não há subsidios de incentivo à renovação das gerações

Os postos de trabalho até podem manter o mesmo numero, o ke acontece é ke tão ocupados por pessoas ke se reformam cada vez mais tarde

As ke entram tem vinculos precarios e não existe produção ke permita a rotatividade profissional

AM disse...

Amigo Fortuna:

"E vem uma vez mais confirmar aquilo que aqui tenho dito desde que o maldito José Manuel Barroso inventou o discurso da tanga.~
Ele criou uma crise artificial apenas e só para retirar dividendos eleitorais. Mas o terrivel é que foi tudo atrás."

Mais do que certeiro caro Fortuna.
A questão é que não foi o (só)execrável Barroso a fazer esse lindo serviço, o qual, efectivamente foi responsável (em minha opinião) por "nos" colocar face aos graves problemas económicos que agora são "reais".
A culpa maior está no tal 4ª Poder (primeiro é que é) a MERDA da comunicação social, os seus barões, os seus vampiros e os seus mefistófoles.
São eles que criam e desfazem santos e monstros, são eles que criam e desfazem a fortuna e a pobreza, nesta sociedade de faz de conta em que vivemos, na qual é muito mais importante o que se acredita do que a verdade.
Basta começarem em coro a dizer que "Vem aí a criiiiisee" que o (tal) Zé, olha prá Maria e diz "Ó Maria, se calhar em vez de trocar o frigorífico este ano, vamos aguentar mais um aninho, que eles dizem que vem aí a crise e mais vale acautelar...".
Claro que o Zé do frigorífico o Manel do televisor, o António do andar, o Joaquim do automóvel, começam mas é a guardar o dinheirito, a velocidade de circulação do mesmo baixa e a riqueza aparente (pois que não é mais do que aparente) diminui...

Até o grande animal do César das Neves sabe que é assim que elas se fazem...

AMNM

Incoerente disse...

diria ainda mais desses 5.1 a maioria são funcionarios publicos ke raramente são afectados pela crise, pelo menos não ficam no desemprego

AM disse...

Amigo Fortuna

Quanto à indicação de "Eduard T. Hall" agradeço (mas não prometo nada).
E nem por isso me surpreende o facto de "ninguém" estar interessado em casos de corrupção.Relativamente ao "nosso" povo, já quase nada me surpreende...

(veja só o exemplo aqui da incoerente...)

AMNM

Incoerente disse...

A Incoerente axa ke relativamente ao Bloco de Esquerda, não tem nada a dizer ke não seja , ke esse partido benefecia dos acordos partidarios e posteriormente usa-os em seu benefecio

é pior ainda ke os outros pois acumula 2 beneficios nas suas negociações

a Incoerente não se espanta com as tentativas de corrupção, a Incoerente «espantava-se» era ke agora surgi-se um xeke já passado e debitado nesse sentido... e se comprova-se ke receberam a massa e depois não compactuaram com a corrupção

isso é ke me animava e dava prai 80 comments

vou procurar esse livro, agora tou a ler o ke me ofereceram no Natal, tbm esta giro em termos politicos, é o ultimo do Saramaguês, tá gira a visão politica e social do panorama , mas ainda não cheguei ao romance

Pedro disse...

Caros António e Fortuna,

e eu a achar que o culpado até era o Guterres....
O país podia não estar "de tanga", mas para lá caminhava... achavam melhor deixar o país na ilusão?

Incoerente disse...

diria ainda mais

desses 5.1 e a somar aos funcionarios publicos, vem os funcionarios partidarios, para esses o emprego tbm não diminui é mais rotativo ,
roda entre a indemenização e a reocupação de outro cargo de xefia

AM disse...

Caro Pedro

Obrigado pelo seu comentário :)

De facto não era só o Pedro a julgar que o culpado era o Guterres...
Muitos Pedros (e não só) julgaram o mesmo, sim porque quando estamos de tanga, alguém (nunca nós) tem que ser culpado!
(fez-me agora lembrar o pobre do Carlos Brito, no debate do Ateneu, a mostrar o clássico mapinha das cores com o PIB per capita, a demonstrar que a área de Lisboa produz o dobro da riqueza da do Porto...)
Coitados dos defensores das excelências do mercado e das virtualidades da iniciativa privada.
Os malandros do governo só deixam trabalhar e criar riqueza a quem se mudar para os arredores da capital....

Amigo Pedro (posso chamar-lhe assim?)
Em casa de meus pais apenas houve automóvel (comprado usado claro) já eu era espigadote...televisão, uma apenas e só quando foi de todo impossível impedir que eu e o meu irmão passássemos a vida em casa do vizinho que já tinha TV..
Máquina de lavat roupa? de lavar louça? férias fora? (e note que os meus pais trabalhavam ambos e tinham o equivalente ao que agora é licenciatura)
E agora?
Quantos carros?
Quantos TVs?
Etc.Etc.Etc.

O país de tanga?
O 26º país(empatado) no índice de desenvolvimento humano está de tanga?????

Haja mais decoro

AMNM

Incoerente disse...

Ah agora já percebo,

como o pessoal anadava a esbanjar dinheiro em TV e Carros pagos a credito, o Socrates achou por bem aumentar o IVa e outros impostos como forma de combate ao excesso de consumo e individamento

formidavel , nunca tinha pensado nisso ...

Anónimo disse...

erratas: andava - endividamento

Incoerente disse...

agora até percebo o aumento constante da gasolina, das portagens, da Segurança Social, os serviços medicos vão ser pagos pelo consumidor, eia agora com este comentario do Moreira fez-se luz,

o povo esta rico , olha televisões, carros, computadores, tv cabo, telefone da PT , frigorificos é ke não , come-se no restaurante

ke ideia brilhante (hahahah)

AM disse...

Amigo Fortuna

Não lhe parece que as caixas de comentários andam com algum ruido....?

AMNM

Pedro disse...

e como os privados estão a gastar mais, toca a pôr o Estado a gastar mais...
Uma das regras da economia é que, quando a economia está em crescimento, o Estado deve diminuir os seus gastos para equilibrar o saldo orçamental e ter capacidade quando, em crise, dinamizar a economia.
Ora, o Guterres não ligou a isso (talvez influenciado pela bolha da nova economia cujos apologistas diziam que os ciclos económicos tinham acabado(!!)...) e aumentou consideravelmente os gastos públicos quando não devia. Os que vieram a seguir, já na fase decrescente, não tiveram alternativa senão cortar, o que teve um efeito perverso na nossa economia.
Isto é a verdade, não estou a inventar nada... :-)

fortuna disse...

Bolas
Este post deu-me um nó cego.
É que eu não discuto o que os meus amigos aqui dizem, com mais ou menos ruido, caro Moreira.
Diria até que cada comentário dava uma nova discussão.
Agora o que é facto é ninguem desmentiu a questão emprego/desemprego. Eu não disse que a economia estava pujante.
Este é mesmo o caso tipico do famoso com a verdade me enganas.
Ó Moreira, os seus coments tem vindo a melhorar a olhos vistos. Diga lá, ficou entusiasmado com os 50 comentários, o record do SEDE...

Incoerente disse...

há um ponto a acrescentar nas medida adoptadas depois da epoca do Sr. Guterres ,

nomeadamente a liberalização do mercado textil chines , ke veio regularizar o mercado e acabar defenitivamente com os excedentes de produção de tangas nas Industrias de Famalicão e do interior de Portugal

Incoerente disse...

Mas o Fortuna axa ke tem algum assunto dizer - os empregos não diminuiram -

sem dizer ke as necessidades aumentaram , ke os activos de 2000 continuam sem ir para a reforma e ke entretanto muito jovens se formaram , sem admitir ke ninguem pode educar 2 filhos sem ke os 2 conjugues trabalhem, ke o consumo esta cada vez mais caro e há cada vez menos produção indutrial ke permita conjugar varios partimes,
sem falar na emigração ...

ker dizer nada mudou na economia depois de 2002? o Euro entrou kando em ke ano?
Desde ai kanto baixou o nosso poder economico ?

isso é como dizer - atestei o deposito como fazia em 2002 e para meu grande espanto andei menos kilometros

Mª Lurdes Delgado disse...

Apetecia-me dizer uma coisa, mas como não se trata de um pensamento profundo e longamente elaborado, abstenho-me, para não acrescentar ruído ao ruído.
Até amanhã

Incoerente disse...

Caro amigo Fortuna

tenho ke dar o braço a trocer (o eskerdo ke é menos utilizado) ao ler um artigo no correio da manha, caiu por terra a minha teoria de a OPA gerar milhares de impostos , é o ke dá falar sem preceber nada de OPA

Aki fica excerto :
«Se não existisse OPA, a PT pagaria à cabeça, já em 2007, cerca de 250 milhões de euros de IRC»

«...compra da Portugal Telecom pela Sonae pode resultar num prejuízo fiscal para o Estado na ordem dos três mil milhões de euros nos próximos 12 anos. Isto porque os encargos financeiros resultantes da dívida contraída pela operação serão tão elevados, que o novo Grupo PT/Sonae terá resultados negativos durante vários anos e, consequentemente, não pagará um cêntimo de IRC.»

Como pretdne receber o braço?!

Anónimo disse...

http://achatcialisgenerique.lo.gs/ cialis achat
http://commandercialisfer.lo.gs/ cialis generique
http://prezzocialisgenericoit.net/ comprare cialis
http://preciocialisgenericoespana.net/ cialis

Anónimo disse...

http://prixviagragenerique50mg.net/ commander viagra
http://prezzoviagraitalia.net/ acquistare viagra
http://precioviagraespana.net/ generico viagra