quinta-feira, agosto 18, 2005

Elega-se o presidente do METRO e não da CMP

*
Desculpem mas continuo indignado!

Não é que, aproveitando as férias de tantos, aquela gente da administração do Metro do Porto, vai mesmo adjudicar (por 4.8 milhos de euros, para começar) a obra de "requalificação" da Av. dos Aliados, quer nós queiramos quer não!
E, para além de uns poucos "ambientalistas", mais ninguém se indigna?
Meu caro Dr. Francisco Assis, qual é a posição da sua candidatura quanto a este ESCÂNDALO ?
O que tenciona fazer para o evitar?
Afinal que adianta eleger um presidente de câmara e uma vereação se quem decide e manda fazer, na NOSSA CIDADE é a empresa do METRO ?
Afinal para que queremos uma AMP eleita se já temos uma administração do METRO ?

PORRA !
NINGUÉM FAZ NADA ?

António Moreira


* in Estátuas e Fontes (no Site de Turismo da Câmara Municipal do Porto), via Aliados

23 comentários:

Anónimo disse...

"quer nós queiramos quer não!"

Já por acaso pensou se a sua é a opinião geral dos munícipes? (ou, se quiser, da maior parte deles?)

Se calhar não há mais indignação porque as pessoas acham bem a requalificação (já colocou essa hipótese?)

Anónimo disse...

Lembro-me de ter lido aqui no Sede que o Fortuna achava bem a substituição da pedra branca por granito (mas como ele mora em Leça se calhar a opinião dele não conta para este assunto)

AM disse...

Caro anónimo

Quando alguém (Metro ou CMP ?) decide fazer uma obra de forma ilegítima.
E sendo que essa ilegitimidade radica inclusivamente no facto de não ter sido precedida de debate público, não pode, naturalmente saber-se qual é a opinião geral dos munícipes.
E aí é que está a principal causa da minha (e de muitos outros munícipes) indignação.

Quanto ao facto do Fortuna, ou outra pessoa qualquer gostar ou não do projecto, não vem aqui ao caso, dado que antes de discutir o projecto entendo que deve ser discutido o processo.

AMNM

Anónimo disse...

Tenho sérias dúvidas que a obra seja ilegítima só porque não houve debate público. Admito que não agrade a todos (eu próprio não estou convencido da solução adoptada) mas daí a ser ilegítima vai alguma distãncia. Mas como diz que é "inclusivamente" por não ter havido debate, então haverá outras razões que eu desconheço.

Depois, vc sabe tão bem como eu que não se sabe ou sente a opinião dos munícipes em debates públicos (aos quais ninguém liga nada). Qual é a opinião dos munícipes sobre o master plan da Sru?

O facto de haver quem goste do projecto (e eu não disse que o Fortuna gostava) é relevante exactamente pq vc está indignado porque a obra parece que vai avançar "quer nós queiramos quer não!" - ora, pelos vistos há quem queira.

Pedro Aroso disse...

Eu estive na reunião da Assembleia Municipal, durante a qual os arquitectos Álvaro Siza e Eduardo Souto Moura tiveram oportunidade de explicar o projecto detalhadamente. NÃO ouvi um único deputado municipal manifestar-se contra!!! Será que eles não representam os munícipes?
Pedro Aroso

AM disse...

Caro anónimo

Como já respondi noutro local, apenas aos tribunais cabe decidir se é ou não legítimo, caso existam, como existem, queixas, mas, naturalmente, de acordo com os prazos a que a "justiça" nos habituou.
Caso se venha a comprovar que se trata de (mais uma) obra ilegal, após "o mal estar feito" lá estamos nós a braços com mais uma "trapalhada" tipo Shoping Bom Sucesso (ou túnel de ceuta,travado), ou seja, gastou-se uma pipa de massa a fazer e depois?
Gasta-se outra a repôr a situação inicial?
Quanto às outras razões que desconhece, pode consultar as queixas e argumentação de suporte no blog "Aliados" (link no meu "post").
Quanto a haver "quem queira" que a obra ande, isso é obvio! (pelo menos o Rui Rio e seus "apoiantes").
Mas quando eu digo que gostar ou não do projecto não é relevante, quero dizer que não é relevante para ESTA discussão, a da legitimidade ou não de a efectuar.

AMNM

AM disse...

"Eu estive na reunião da Assembleia Municipal, durante a qual os arquitectos Álvaro Siza e Eduardo Souto Moura tiveram oportunidade de explicar o projecto detalhadamente. NÃO ouvi um único deputado municipal manifestar-se contra!!! Será que eles não representam os munícipes?
Pedro Aroso"

Lá estamos outra vez a falar da discussão do "PROJECTO" !!!!!!!!

Quanto a representarem ou não os munícipes....

A MIM NÃO !!!!!
(nem eu admitia tal coisa)

AMNM

Pedro Aroso disse...

Se bem percebi, você é a favor da "democracia" popular que os grupelhos esquerdistas nos tentarem impor durante o PREC...

AM disse...

Não, não percebeu COISÍSSIMA NENHUMA !!!

(o que nem sequer estranho)

Anónimo disse...

1) Voce usa os termos "ilegitmo" e "ilegal" como se fossem a mesma coisa... Não são. Numa coisa tem razão: os tribunais é que decidem o que é legal ou não. Mas note que foi vc que escreveu no comentário anterior que a obra era ilegítima.

2) Não sendo arquitecto nem jurista, tenho ainda assim sérias dúvidas que mudar passeios e jardins esteja fora da competências da CMP. Já outra coisa é se alguém não gosta do projecto, o que é bem diferente do mesmo ser ilegal (ou ilegítimo).

3) Finalmente, é óbvio que os deputados o representam a si (e a mim e a todos os outros munícipes). Tal qual os deputados da AR representam todos os Portugueses. Goste-se deles ou não (e eu tb não gosto da maior parte). Mas qualquer um de nós é livre de se candidatar e a verdade é que eles é que foram eleitos. Claro que não o representam se vc não morar no Porto - mas nesse caso esta discussão nem tem qq sentido.

(ainda o mesmo anónimo)

Pedro Aroso disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Pedro Aroso disse...

Caro AM
Tem toda a razão... Não é estranho que eu não tenha percebido, porque na sua cabeça vai uma grande confusão: por um lado, aparece associado a um partido democrático, que eu respeito muito e onde tenho muitos amigos; por outro, revela tiques que me levam a desconfiar que tem um conceito de Democracia muito sui generis, à boa maneira dos comunas.
Pedro Aroso

Anónimo disse...

Caro AM:

Experimente debater ideias mantendo o nível. Este blogue, tendo uma visibilidade reduzida e concorde-se com as ideias ou não (e eu não concordo com grande parte), tem tido apesar de tudo posts bem elaborados.

Na minha opinião, escrever "PORRA!" em letras garrafais, não só está fora do estilo do blogue como não tem qualquer relevância. Sabe porquê? Porque é fácil. Tão fácil como pegar num spray e andar por aí a borrar as paredes.

É por este estilo (ou falta dele) que vc já não tem tempo de antena na "Baixa" e num destes dias vai ser convidado pelos sedentos originais a ir pregar para outra ferguesia.

Mas vc é que sabe...

(ainda o anónimo)

AM disse...

Caro anónimo das 6.07

1 e 2 - Eu sei que os termos "ilegitmo" e "ilegal" não significam o mesmo, pelo que, competindo aos tribunais decidir da legalidade ou não deste procedimento, é, em minha opinião, ilegítimo avançar com o mesmo, por todas as razões que (eu e outros) já desenvolvemos aqui e noutros espaços.

3 - Não meu caro amigo, eles não me representam por que EU NÃO AUTORIZO :-)
Eles podem exercer o seu "poder" porque a Constituição da República assim o estabelece, mas apenas representam quem neles votou.

Obrigado
AMNM

AM disse...

Caro Pedro Aroso

Do que vai na minha cabeça sei eu (e ficamos por aqui....)
Depois o que escrevo é apenas de minha responsabilidade e não tem nada a ver com o que defende o partido democrático em que militam as pessoas que, SEM CENSURA, me permitem que aqui escreva.

Quanto à "boa maneira dos comunas" não sei se se está a referir aos que tem sustentado a acção do seu partido na CMP....

Passe muito bem e obrigadinho
AMNM

AM disse...

Caro anónimo das 6.29 (não sei se é o mesmo das 6.07....)

Peço desculpa se o termo "porra", (escrito em letras garrafais) o ofendeu :-(
Obviamente a intenção não era ferir a sua delicada sensibilidade, mas registo a ocorrência.
Pena é que as sensibilidades fiquem tão beliscadas com palavras e tão pouco com comportamentos, mas enfim, temos a gentinha que temos.....

Quanto a ter ou não ter "tempo de antena na "Baixa"" isso é comigo e com o Tiago, mas que eu saiba, ainda não há lá lugar para "anonymous"

Quanto aos "sedentos originais", estou convencido que sabem falar por si, quando o entenderem, mas, decerto, não deixarão de ter em consideração essa sua opinião :-)

Bem
Obrigadinho pela visita e deus o abençõe....

AMNM

TAF disse...

Boa tarde!

Chamaram-me agora a atenção para esta discussão aqui nos comentários, que acabei de ler. Devo dizer que concordo com praticamente tudo o que o, ou os, anónimos aqui escreveram. Contudo, gostava de esclarecer que n'A Baixa do Porto os comentários são aceites ou recusados exclusivamente com base no seu conteúdo e da sua forma, e não em função de quem os escreve.

Saudações bloguistas. :-)

AM disse...

Boa noite Tiago :-)

Nem outra coisa seria de esperar :-)

AMNM

Anónimo disse...

Caro AM (o das 7:35),

Se vc sabe que "ilegítimo" e "ilegal" não são a mesma coisa, então não misture os 2 termos.

A respeito deste tema (requalificação da Av. Aliados), o seu desenvolvimento (pelo menos por aqui) limita-se a uns "porras" em letras garrafais sem qualquer argumentação que não seja "eu não gosto e a mim ninguém me perguntou nada".

Os deputados - municipais ou da república - representam-no, quer vc queira quer não. Claro que pode sempre dizer que não, como ainda há quem diga que o Elvis está vivo...

Eu não sou seu amigo (desculpe a franqueza).

Anónimo disse...

Caro AM (o das 7:51),

O anónimo foi (e ainda é) sempre o mesmo, mas vc não percebeu.

O "porra" não me ofendeu. Só tentei fazer-lhe perceber que essa é uma forma fácil de chamar a atenção mas com valor acrescentado nulo. Mas acho que vc não conseguiu perceber.

De facto a "Baixa" é com o Tiago mas noto que vc deixou de lá aparecer (e, curiosamente, não vejo ninguém a recorrer a "porras" por aqueles lados - é o tal nível de que falei mas, uma vez mais, acho que vc não percebeu).

Os sedentos originais lá saberão avaliar da mais valia que vc é (se for pelo sitemeter, hoje já cá vim 3 ou 4 vezes). Mas olhe que o meu palpite é que vc ou muda de estilo ou dura pouco por aqui. Vc vai perceber.

Sem argumentar nada de novo, vc atira com "a gentinha que temos". Pois, lendo-o a si, não podia estar mais de acordo.

AM disse...

Caro anónimo

(felizmente que é só um e sempre o mesmo)

Obrigado por aparecer por aqui.

Devia ter percebido que o "meu amigo" é apenas uma figura de estilo, até porque é difícil fazer amizade com anónimos, principalmente quando apresentam este tipo de comportamento.

Quanto ás suas opiniões elas são, naturalmente, bem vindas, dado que o objectivo de colocar um texto neste Blog (pelo menos o meu objectivo) é o de permitir e fomentar a discussão o que, obviamente, só faz sentido se as opiniões forem diferentes.

Mas, mesmo bem vindas, as suas opiniões são apenas isso, opiniões, que valem o que valem, ou seja exactamente o mesmo que as minhas.

Não gosta do meu estilo, está no seu direito, eu, por outro lado, não gosto das suas maneiras.

Suponho que se outros Blogs, como a "A Baixa do Porto", por exemplo, tivessem caixa de comentários, V. Excia estaria lá a comentar, nomeadamente os "post" mais recentes sobre este assunto da Av. dos Aliados.

Deduzo que, como não o pode fazer lá (por não haver caixa de comentários) o venha fazer aqui, onde existe caixa de comentários e não existe censura.

Estranho, aliás, a sua atenção ao facto de eu ter deixado de “postar” n”A Baixa”, mas deduzo que, pelo menos para si, seja um alívio, pois livrou-se dos “porras” e das minhas opiniões que, legitimamente, não lhe agradam.

Queixa-se V. Excia de que “A respeito deste tema (requalificação da Av. Aliados), o seu desenvolvimento (pelo menos por aqui) limita-se a uns "porras" em letras garrafais sem qualquer argumentação que não seja "eu não gosto e a mim ninguém me perguntou nada", mais uma vez é, apenas, a sua leitura, que aceito, discordando.

No entanto, para quem, seriamente, esteja interessado em discutir este assunto, foi criado um “Blog” específico para esse efeito, para o qual os meus dois “posts” tem mais que um “link”.

Curiosamente não encontrei em nenhuma caixa de comentários do “Aliados” qualquer argumentação de anónimos ou menos anónimos, o que me leva, claramente, a duvidar da seriedade das suas intenções.

Assim, apenas agradeço que, a partir desta data, por mera cortesia (não para comigo, mas para os “sedentos originais”), se passe a identificar como (por exemplo) “anónimo nº 1”, de forma a que evite ser confundido com outros comentadores, mais cordatos, que, com toda a legitimidade, se apresentem também anonimamente na caixa de comentários.

Volte sempre pois aqui existe caixa de comentários e não existe censura (se bem que este último aspecto, claramente, lhe desagrade)

AMNM

Anónimo disse...

Claramente toquei-lhe num ponto sensível e acho que não devemos perder mais tempo com isto.

Fui rever os seus posts aqui no Sede e não vi um único onde desenolvesse uma ideia sua: só links para posts de outros, umas fotos e algumas letras garrafais.

E só agora vi a foto do gatito com a pressão de ar à janela e percebi então qual é o seu papel. Se o tivesse visto mais cedo já não teria deixado os comentários anteriores.

Quanto a mim, estou esclarecido.

(o anónimo que não é seu amigo)

AM disse...

Continuo sem entender o seu comportamento agressivo e mal educado.

Mas, como não me parece correcto estar a alimentar este tipo de comportamento num espaço onde sou convidado, respondo-lhe em "minha casa"
(http://provotar.blogspot.com/2005/08/um-conselho-de-amigo.html)

Fim de conversa
AMNM