quinta-feira, julho 28, 2005

Água



António Guterres, com a sua capacidade de visão e inteligencia invulgares, sabia bem o que fazia quando fez questão de ser ele a construir e inaugurar o alqueva.
Aquilo que se previa já ai está, o ouro negro do novo milénio...

5 comentários:

Rs disse...

Será que esta maravilhosa piscina é para nos causar alguma argura quando mergulharmos numa identica nas férias? Será irresistivel fazê-lo, ou mesmo obrigatório para reciclar um ano de trabalho.

Anónimo disse...

Não foi essa mesma inteligência invulgar que "deitou abaixo" a barragem de Foz Coa?...

Incoerente disse...

...ao ke chegamos...
os espanhois tem dinheiro suficiente para comprar Portugal e as Ilhas e nos andamos-lhe a vender agua?

O Guterres devia ter feito uma barragem de vinho do Porto, exportava muito melhor e a melhor preço

fortuna disse...

Pois é o que distingue a inteligencia invulgar das outras. Uns dirão que deitou a baixo foz coa, outros dirão que trouxe à superficie (à luz) um imenso patrimonio da humanidade. É uma questão de inteligencias. Ou será de perspectivas?

antónio disse...

Bem...o homem [guterres] esqueceu-se foi de a ligar [a água] às torneiras dos alentejanos. Esses bebem água distribuida pelo auto-tanque dos bombeiros. Este proselitismo partidário é cego.