segunda-feira, julho 25, 2005

Há que dize-lo com frontalidade...

As investidas generalizadas contra a candidatura de Soares, com a tónica na sua já muita idade, tem graça. A do Eusébio de volta à selecção então, está excelente...
Mas vejamos bem as coisas, isto não pode surpreender ninguém, e a mim então, não me surpreende mesmo nada. Como aqui me tenho fartado de escrever e reclamar, o poder neste pais desvaloriza completamente as novas gerações, continuando a ser dominado pela que dele tomou conta há trinta anos. Conseguiram secar por completo as gerações mais novas por forma a perpetuarem-se eternamente. Lamentavelmente, porque isto é um sinal da caducidade de um regime que todos nos devíamos preocupar em preservar, mas em relação ao qual apenas se pode esperar a ruptura. Porque assim é em todos os sistemas que não tem a capacidade de se regenerar a si próprios.
É muito triste que as nossas actuais referências politicas sejam precisamente as mesmas de há dez, de há vinte, e de há trinta anos, como são os supostos candidatos à Presidência da Republica, isto é, Soares, Cavaco, Freitas, Alegre, and so on!
Ainda assim, se há lugar na hierarquia do estado, onde é mais aceitável e menos determinante o factor “idade”, é precisamente a Presidência da Republica. Nesse sentido, e face ao panorama a que vínhamos assistindo, Soares é de facto uma “lufada de ar fresco”, e de muitas formas preferível a Cavaco Silva.

12 comentários:

PVM disse...

Farto-me de rir com estas análises (ia tudo tão bem...até que leio o ultimo parágrafo). Afinal, Cavaco não é o único autista!

Incoerente disse...

o amigo Fortuna ia muito bem no seu discurso, mas foi abruptamente interrompido pela chegada do chefe ...

Deviamos defender o fim dos actuais partidos, usar outras denominações , para não estarmos sujeitos a comparações com idolos consagrados, afinal kem consegue ser melhor ke um idolo - um idolo é irreal - os politicos da actualidade são de carne e osso

Em ultimo reduto , ke venham ao menos com força para resolver os defices ke criaram
esperemos ke não venham para cá armados em figuras de estilo

fortuna disse...

O amigo fortuna nunca conseguiu, hà que admitir com frontalidade, entender como foi possivel portugal gramar cavaco 10 anos. Cavaco representa para o amigo fortuna muito daquilo que um PM não pode ser. muito menos um PR. O amigo fortuna acha, há aproximadamente 20 anos que Cavaco é pouco mais do que um contabilista (sem ofença para os mesmos, que respeito muito) e que infelizmente governou portugal. O amigo fortuna nunca perdoará a cavaco muitas das coisas que ele fez, tais como as IP4 e 5, onde morreram milhares de pessoas e onde portugal gastou mais dinheiro a recolher mortos e tratar feridos do que nas próprias estradas. O amigo fortuna nunca, mas nunca, votaria cavaco. Por outro lado, o amigo fortuna lembra-se muito bem da campanha soares / freitas e acha incompreensivel como é que um pais continua a viver à volta das mesmas figuras. O amigo fortuna tambem acha incompreensivel que em portugal toda a gente sirva para todos os lugares, num processo de rotatividade chocante e intoleravel. Mas o amigo fortuna percebe que, ponderando todos os factores, desde o cargo que é até aos candidadtos, passando pela dualidade instabilidade / estabilidade de pacheco pereira em artigo recente (para bom entendedor,,,há instabilidades e instabilidades), só sobram duas hipoteses. Uma é apoiar e votar soares, outra é não votar em protesto pela idade e excessiva permanencia dos candidatos. Ora, seria preciso um pouco (muito) mais do que isso para me fazer não votar. Acho que está tudo dito, para além de que nem tenho visto o chefe...(esta tambem é para bom entendedor).
Ah! convem não esquecer que Soares foi um grande presidente e antes tinha já sido um bom PM. Que o diga Cavaco que teve um primeiro mandato santo à custa disso.

AM disse...

A última vez que votei (já mal me lembro há quantos anos) foi a primeira (e acho que a única) em que votei (de má vontade) no Mário Soares.
Em minha opinião Soares foi um mau PM, mas, ainda assim, muito melhor que Cavaco.
Fundamentalmente Soares é um homem inteligente e um homem culto, Cavaco não é culto e, muito menos, inteligente.
Não consigo encontrar grandes diferenças entre os dois, no que respeita a princípios (éticos, morais), mas vejo diferenças fundamentais no que respeita ao fins (que perseguem) e, acima de tudo, quanto aos meios....
Soares foi (muito) melhor PR do que PM e, depois disso, o seu discurso melhorou imenso.
Será que Soares vai manter o discurso actual ou, vai voltar a aparecer o politiqueiro malabarista e trapaceiro que ganha eleições?
O que é um facto é que os partidos (só há dois partidos afinal) não são capazes de encontrar figuras actuais capazes sequer de mobilizar os seus eleitorados e, por isso, tem que ir ao baú, buscar os seus candidatos.
Não tenho dúvidas que, fora dos partidos, existem pessoas com as competências adequadas para, melhor que Soares e muito melhor que Cavaco, desempenhar as funções de PR, afinal até eu.

AMNM

fortuna disse...

Pois é, Caro A. Moreira.
Estou de acordo em quase tudo.
Mas gostaria de lhe dizer que não estou muito de acordo com essa coisa do fora dos partidos.
Independentemente dos niveis de qualidade a que os partidos chegaram, a politica deve ser feita por politicos, cuja sede propria são os partidos. Se existe gente capaz fora dos partidos então que venha. Que assuma a sua valia e venha melhorar os partidos.
Porque isto de dizer que é gente muito boa, coisa e tal, depois saem os medinas carreiras,os vicentes jorge silva, aquelas castiças que pulularam nos governos recentes PP, etc. e tal.
É um mito.
Os partidos devem procurar na sociedade civil e na sua área politica aqueles que são efectivamente uma mais valia, mas não devem criar o mito de que os bons estão fora, porque a prática tem demonstrado o contrário. Masmo quando são muito bons naquilo que habitualmente fazem, não significa que sejam bons na actividade politica.

MBC disse...

1. Soares, uma «lufada de ar fresco»? É verdade que sim. Quem como ele consegue justificar o radicalismo islâmico de um modo tão «infantilmente» inconsciente? Ninguém.

2. Mas, como sempre, a última palavra será dita pelo povo português (o mesmo povo que deu maiorias absolutas a Cavaco Silva, que elegeu Jorge Sampaio, que deu maioria absoluta a José Socrates e várias vitórias a Mário Soares). E goste-se ou não será o povo português que dirá quem será o próximo Presidente da República (Mário Soares, Cavaco Silva ou qualquer outro candidato que se venha a apresentar a eleições). Por muito que isso custe a alguns «Democratas» que por aqui escrevem e comentam, para os quais a Democracia só parece fazer sentido quando os resultados coincidem com as suas opiniões. P.S. Caro AMNM, Tem mais de 35 anos e a quarta classe? Se sim, porque não se candidata a Presidente da República?

AM disse...

Amigo Fortuna :):)
Eu também estou de acordo consigo em quase tudo, inclusivamente no que respeita aos “Medinas Carreiras,os vicentes jorge silva, aquelas castiças que pulularam nos governos recentes PP”, mas também aos Campos e Cunhas e aos Freitas do Amaral.
Tem toda a razão, não é por estarem (ou fazerem que estão) fora dos partidos que tem “qualidade”.
Mas diz o Fortuna (e não só :) ) “Se existe gente capaz fora dos partidos então que venha. Que assuma a sua valia e venha melhorar os partidos.”
Como?
Enquanto os partidos estiverem infestados de Orlandos Gaspares e Nunos Cardosos e etc. e tal ?????
(já nem vou tornar a falar dos Jardins, Valentins, Isaltinos, Felgueiras e quejandos)
Continuo a não compreender como é possível a gente séria e capaz respirar em semelhantes companhias, quanto mais “melhorar” os partidos.
Saúdo a sua coragem Fortuna (e não só), mas vale a pena?
Acha que REALMENTE vale a pena?

Caro MBC, ter mais de 35 anos e a quarta classe, são apenas os requisitos mínimos :)
DINHEIRO, MUITO DINHEIRO é o requisito fundamental.

Boas
AMNM

fortuna disse...

Caro A. Moreira
Não só acho que vale a pena como acho que é o UNICO caminho, dentro duma logica de sistema no qual ainda vou acreditando. Haverá outros caminhos, dentro de outras logicas, mais de ruptura, mas que não me parecem adequados ao momento.
Ficar ao lado só para evitar as companhias, ou por medo de contagio, isso é que não.
Um abraço

AM disse...

Caro Fortuna

Aguardo que alguém me demonstre que existe um grupo de "homens bons" que, ORGANIZADA E PUBLICAMENTE, estão dentro de um partido (p. ex PS) com o objectivo de, colectivamente, contribuir para melhorar a sociedade, da forma que eu entendo, ou seja, tão simplesmente, “com o superior objectivo de procurar garantir a todos os cidadãos as condições mínimas (e de igualdade) de procurar a felicidade, com tudo o que isso implica", e que, para esse objectivo delinearam uma estratégia que passe por "tomar o poder" dentro do partido, afastando desse "poder" aqueles que, dentro do partido, apenas procuram servir os seus interesses pessoais ou de grupo.
Não tenho qualquer dúvida que existam dentro do PS (e até de outros partidos) muitos “homens bons” que comunguem de ideais semelhantes ou ajustáveis aos meus, que, afinal, não passam dos mais básicos princípios morais que TODOS dizem defender (principalmente os que não falham uma missinha ao domingo…).
Mas o que eu não vejo é uma acção organizada para como o Fortuna diz, “melhorar” os partidos e, entretanto, o poder, dentro dos partidos e, por consequência, no estado, continua na mão daqueles de que já falamos e dos seus amigos.
Depois, piedosamente, temos que andar a procurar justificações para defender o que fazem os Sócrates e outros que tal (mesmo não concordando) apenas por sabermos que a alternativa está unicamente (ainda mais) à direita :(
Batatinhas Fortuna (e não só)
Organizem-se, assumam-se, juntem os “homens bons” e definam uma estratégia para TOMAR O PODER no PS.
Se foi possível a extrema-direita tomar o PRD e, talvez, o PPM, porque não há-de a GENTE SÉRIA tomar o PS?

AMNM

Anónimo disse...

MANIFESTO CONTRA O TGV E O AEROPORTO DA OTA

Portugal vive hoje uma das piores crises económicas dos últimos 30 anos! A economia está a recuar e a taxa de desemprego oficial (7.5%) esconde ainda, muitos mais trabalhadores no desemprego!(550mil) As fábricas, deslocalizam-se impunemente para países onde a mão de obra é mais barata e os trabalhadores portugueses, defronte das opções restantes (fome ou escravidão assalariada), emigram também eles em busca de melhores condições de vida!
Mas aqui há responsabilidades atribuídas! Os sucessivos governos PS, PSD e também CDS/PP tem culpas no cartório! As erradas opções governamentativas que se tomaram ao longo dos anos, contribuíram largamente para a precarização do trabalho e a destruição do sistema produtivo nacional! Em prol e ordem das directivas europeias, cada vez produzimos menos e cada vez mais a riqueza do nosso país decai!
Contrariando todas as expectativas, nas quais declinavam a hipótese deste conselho de ministros ser menos eficiente e produtivo que o anterior. Iniciou o mandato, abriu a desgraça! O governo de Sócrates, avançou desde logo com o aumento do IVA quebrando assim uma promessa eleitoral. Não revogou o código de trabalho (medida ansiosamente esperada) e ainda retirou inúmeros direitos à função pública. Direitos estes, conquistados com muitas lutas e que serviam de referência para futuras metas do sistema privado!
Noutro tom, mas com o mesmo objectivo, Sócrates apresentou a nova "teoria da tanga", reformulada e em diversos actos. Continuando a obsessiva fixação pelo défice, apelou ao povo português, para uma vez mais "apertar o cinto e compreender a situação”: a grave crise que o país está a atravessar!
E quando todo o discurso estava assente na máxima: "É preciso reduzir a receita e aumentar a produtividade", eis que é apresentado o plano prioritário de investimentos, onde figuram estes dois projectos megalómanos:
- TGV
- Aeroporto da OTA
Não se trata de um investimento na produção, inovação ou no combate ao desemprego! São dois projectos ligados aos transportes, de milhares de milhões de euros, completamente dispensáveis em qualquer altura, ainda mais em tempo de crise!

Protesta contra esta hipocrisia!

Apela à defesa do sistema produtivo nacional!

Luta por mais direitos sociais!

SUBSCREVE ESTE MANIFESTO!

http://contratgveota.pt.vu

Incoerente disse...

Ei amigos

tambem me lembro bem da campanha do Freitas e do Soares
- Freitas do Amaral - para frente Portugal - teve duas voltas - foi fantastico - na altura trocia pelo Amaral - a musica era altamente - lembram-se ?!

E da Pintassilgo (é assim ke se escreve?) gostava dela tambem, não era pela musica , mas por ser mulher ...

Ei, e o General Ramalho Eanes , tambem gostava dele , tinha uma voz anarkica.

Ei, e o Antonio Variações, tambem era muito bom.

Meus amigos, não vale a pena pensarmos ke vamos regressar ao passado, alias o passado nunca foi akilo ke nos acreditamos.

O Cavaco pode vir a ser eleito mas já não tem fundos Europeus para enriquecer os empreiteiros e o povo.

O Soares pode vir a ser Presidente , mas já não vai lutar pela integração europeia...
Os tempos mudaram vão encontrar novas gerações de obstaculos, Portugal esta no terminos...

ninguem suporta mais o peso do estado, não podemos evoluir nem proliferar, kando as nossas economias nos são sacadas do bolso, sem dó nem piedade.

Bom era ke estivesse errada, mas este maldito PEC aliado ao IRS , vai fazer com ke muitas pekenas fechem nas ferias e não abram portas nunca mais - é isto ke o estado esta a conseguir - so suporta isto kem trabalha para o estado, os outros akeles ke mantem a makina , não suportam muito mais tempo.

E impossivel manter portas abertas para alem dos 3 anos, deviamos ir todos conkistar Espanha como diz Socrates e depois vender serviços a Portugal - isso é o ke temos ke fazer - já ninguem para esta makina

Ke é isto afinal emprestar dinheiro ao estado por um ano ? pagar juros se o não fizer? mas ke é isto? onde já se viu uma coisa destas, ate se pode ter visto, mas kt a mim é ilegal e já inundei as secretarias europeias a dar conta desta Fraude - ei-de enxovalhar esse Socrates e essa Manuela

O PEc é ilegal , ninguem pode obrigar a pagar uma divida ke ainda não existe - e muito menos punir, penhorar em prol de algo ke não se deve , ke não é divida , mas afinal voltamos á dizima ?

Para cumulo nessa cartinhas ainda dizem , ke se encerrar a empresa , já não é necessario pagar???

ke é isto pessoal...
Acabou-se vou pa Espanha -
por enkanto de ferias e depois logo se ve

AM disse...

Algumas precisões:

1 - A música (e o resto) da Pintassilgo era muito melhor que a dos outros (ainda me lembro do Pinho Vargas no Ferreira Borges...)

2 - Não diga ninguem suporta o peso do Estado, não é verdade pois o Estado somos Nós!!!
Isso é paleio de "liberaloides"
Ninguém suporta é o peso do sistema partidário e de todos os incompetentes que ELES puseram a infestar o aparelho do Estado.
Aí é que está, sempre esteve e vai continuar a estar o problema, enquanto não se fizer nada.

O resto é tudo conversa de futebol, mais nada.

AMNM