domingo, julho 24, 2005

O mais jovem Presidente

Afinal qual é o defeito ou crime de ser idoso? Por que há-de o Ocidente marginalizar os mais idosos, sendo exactamente os mais idosos os que mais o fazem? Na verdade, só uma sociedade reduzida aos (des) valores do consumo publicitados pelas símbólicas de criação de necessidades (estas vindas da obcecação desfreada por reproduzir capital) pode ser tão pobre na sua pujança material epidérmica que não perceba o que é a idade da sabedoria (que o Oriente compreende).

A idade é o único handicap político da eleição de Mário Soares, de longe, por ser a mais sábia, a personalidade que o país mais precisa em Belém. Mas, falando de aspectos físicos, o cadaverismo fisionómico de Cavaco não será mais "velho" que as bochechas, que continuam bonacheironas, de Soares? E da mesma forma que Eugénio de Andrade afirmava ser muito mais jovem que Pacheco Pereira, não será Soares muito mais jovem do que Cavaco?

É verdade que Soares troca milhares por milhões tanto ao falar de contos como de mortos. Mas trocou sempre, não foi nos últimos anos e, por isso, que tem uma "gaffe"? Pior é Cavaco com a conversa do "Monstro", ter sido afinal o seu criador, tal como Mary Shelley criou Frankenstein ou Bram Stoker o sanguinolento Conde? Se houver dúvidas pergunte-se ao Dr. Miguel Cadilhe que ele reiterá o que já afirmou sobre a criação do défice por parte do nosso Sistema retributivo criado por Cavaco. Que por outro lado, génio do economismo, deixou-nos com a economia de rastos, de tanga (como diria Monsieur Barroso na tanga).

Portanto, tendo Soares o handicap da idade mas sendo o que é - um dos portugueses mais cultos e, na política, o português mais sábio - e Cavaco um handicap no único trunfo que tinha - o de fiscal da economia portuguesa - a vitória de uma grande democrata está ao alcance do país.

Pensamos, de resto, que este Soares ainda é mais do que foi, pois os últimos anos de livre reflexão fizeram-no evoluir ainda mais como uma voz avisada desta modernidade, intitulada pós-modernidade. Dir-se-ia neo-modernidade se não fosse redundância pleonástica.

Pelo que vemos, Soares é o mais jovem político português. O próximo presidente!

3 comentários:

PVM disse...

Continuo a apreciar os dotes adivinhatórios dos camaradas do PS. Portanto, Soares numa geriátrica presidência - certeza absoluta.
Para quâ ir a votos, então? Se é apenas uma formalidade...ou será, do alto do vosso convencimento, o prazer secreto de esmagar esses imebicis de direita que ousam concorrer contra vocês?
Ah grandes democratas!

socialista militante disse...

Certeza absoluta é a campanha do Cavaco, que era um cabrão e agora um D.Sebastião.
O gorducho não será nunca pior do que os que lá estiveram.

Incoerente disse...

Handicap - não será Mentecap?