domingo, julho 17, 2005

No fim de semana

Bruno Carvalho disse que era benfiquista e que sendo assim estava à vontade para dizer o quanto estranhava a relação da CMP com o seu maior clube.
Pedro Bacelar, participante do SEDE, quando este era fórum, assinalou que afinal, depois de tanta luta que a coligação de direita e extrema esquerda da CMP teve, para separar a gestão autárquica do desporto, a grande obra do mandato é um evento desportivo.
Ou seja, com o Automóvel Clube já não há promiscuidade.

2 comentários:

jmorais disse...

A do Bruno Carvalho, foi cá uma bola fora! Então cá dê a arte de pedir um apoio sem dar nada em troca?Senhor DrºBruno Carvalho não lhe ensinaram na faculdade e no mastar não se caçam moscas com vinagre. E neste caso que moscas!

anarca azul disse...

Não contem com o meu voto. Um mouro????