quarta-feira, maio 18, 2005

As importações chinesas!

Ora aí está um assunto que merece uma discussão séria! Sobra, no entanto, um ar de que a Europa de "Jóxé Maunoel Baroxo" aparenta um conservadorismo pouco próprio do século XXI.


«União Europeia pronta para ir mais longe»
Durão Barroso alertou a China de que a União Europeia está «pronta a ir mais longe» na questão da importação de têxteis chineses. O ministro do Comércio chinês já veio dizer que as medidas dos EUA e da UE violam as regras da Organização Mundial de Comércio.
( 09:00 / 18 de Maio 05 )
O presidente da Comissão Europeia está «pronto a ir mais além» caso «não haja uma atitude construtiva» por parte da China na questão das importações dos têxteis daqule país para a União Europeia.«Espero que haja medidas com esta determinação do lado chinês, senão tomaremos medidas ainda mais fortes», ameaçou Durão Barroso, em entrevista à rádio francesa Europe 1.



8 comentários:

Cristina disse...

Achava por bem que o Sede não tentasse desconversar.

Cumpre falar e descutir o aumento de impostos, noemadamente aquele que vai aumentar de forma directa e imediata o custo de vida.

avelino disse...

Ok Cristina,

já agora vamos então comentar as declaraçoes do menezes que disse que o PSD deveria saber assumir que as políticas do Barroso perante o déficit foram más e pioraram a situação.
Isso é desconversar?

Cristina disse...

Não digo que não, Avelino, tamos cá todos para falar de todas as hipoteses.
Vai ser muito dificil para todos nós, se o IVA aumentar , acabamos de vez com o nosso poder de compra.

Trata-se de um imposto imediato, ninguem tem dividendos para suportar isto, o aumento vai porporcionar uma receita condicionada, temporaria, uma vez que essa receita não cobrirá os gastos sociais daí resultantes.

De incio não podemos ver este assunto como partidario, vamos discutir a nivel do pais, depois disso vamos as opções partidarias.

Mas estas só envolvem criterios de prioridade, antes temos que arranjar um maneira de sobreviver a este facto.

Não será justo agora vir dizer que vamos ser penalizados pelas más opções deste ou dakele, aí tinhamos que retornar às opções de há vinte anos atras.

Não merecemos ser penalizados pela atitude de nenhum governo, não devemos dar os factos por consumados, por consequencias, devemos sim, apostar em alternativas.
Como vamos socorrer os mais pobres, criar medidas para que o IVa não seja sentido, caso seja mesmo necessario aumenta-lo? acho que podemos ir por ai - So isso.

Quanto ao Menezes ... olhe sinceramente pensei ke já não andava por cá, se anda é mau para todos, ocupa um lugar que podia ser ocupado por um bom social democrata e infelizmente não traz nada de novo a esta nação. é de lamentar, mas tambem só os socialista o ouvem, o resto do mundo já o esqueceu.

AM disse...

Até teria muito que discutir sobre este tema ( e vou tentar cá voltar).
Mas entretanto, como o assunto (estranhamente) ainda não foi aqui levantado, coloquei este post n"A Baixa do Porto"

http://www.porto.taf.net/#111642867338834226

(Não sei fazer links :-( )

AMNM

avelino disse...

Caro AM,
Já me informei sobre isso. Tendo feito parte daquela vereação muito pouco tempo, julgo estar à vontade para dizer o que entendo.
Como eu disse ontem a reunião foi muito acesa e o vereador em causa esteve particularmente empenhado no chumbo do relatório de contas da empresa de habitação.
Por essa e outras razões o periodo de discussão antes da ordem do dia foi assente que ficaria para o fim da reunião - ou seja eles avançaram logo na agenda.
O Rui Sá aproveitou que o periodo da ordem do dia foi para o fim para apresentar uma proposta de discussão pública do projecto em resposta à proposta do Ps em baixar o assunto a uma AM extraordinária.
Como o vereador comunista ñão comunica com o PS, nenhum dos vereadores da oposição sabia do assunto.
O vereador em causa "esticou" a sua presença até ao limite, sendo que tinha um assunto de ordem pessoal a tratar com urgência. Por isso eram constantes os apelos telefónicos. Saiu sem saber que o vereador comunista tinha para apresentar.
O resto da história já se sabe, no entanto registe-se o estranho de este imbroglio ser criado por um periodo antes da ordem do dia que foi afinal depois da ordem de trabalhos.

AM disse...

Caro Avelino

Senti a falta de um "post" sobre este assunto aqui no SEDE.
Por outro lado, e verificando-se a natureza inadiável do assunto de ordem pessoal que obrigou á saída do vereador em causa, como refere, assim como os restantes factos relatados quer quanto à bizarria do período de "antes"(depois)da ordem do dia, quer quanto ao facto de não haver comunicação entre vereadores (principalmente neste caso), acho que, em defesa da imagem do "vosso" vereador e em defesa da imagem do PS, deverão (via SEDE) divulgar estes factos com maior ênfase.
Desculpe a sugestão.

Um abraço
AMNM

Cristina disse...

Kes tais a falar?
eu estou a falar das ajudas que o Socrates disse que ia dar ao pais, nomedamente o aumento do IVA.

Por falar nisso já viram os out doors do V. Assis, que jovem, que forte, que azul... mas esqueceram o slogan ou não?

avelino disse...

Não - estão bem porreiros!

Nova energia para a cidade