domingo, maio 01, 2005

Todos a cantar hoje!

De pé, ó vítimas da fome!
De pé, famélicos da terra!
Da ideia a chama já consome
A crosta bruta que a soterra.
Cortai o mal bem pelo fundo!
De pé, de pé, não mais senhores!
Se nada somos neste mundo,
Sejamos tudo, oh produtores!
Refrão
Bem unidos façamos,
Nesta luta final,
Duma Terra sem amos }bis
A Internacional.
Messias, Deus, chefes supremos,
Nada esperemos de nenhum!
Sejamos nós quem conquistemos
A Terra-Mãe livre e comum!
ara não ter protestos vãos,
Para sair deste antro estreito,
Façamos nós por nossas mãos,
Tudo o que a nós diz respeito!
Refrão

2 comentários:

RS disse...

Tanta gente se esqueceu deste grande Hino! Vale apena senti-lo mas acima de tudo vivê-lo.
Grande Avelino por o teres recordado.
Raquel

fortuna disse...

Como diz uma amiga minha, faz-nos lembrar de opções que às vezes a gente até se esquece que tem.