terça-feira, outubro 18, 2005

DIAP

Não sou conhecedor dos assuntos de fôro juridico, mas confesso que me deixou satisfeito que o processo que incidia sobre Nuno Cardoso, enquanto representante da gestão socialista na CM do Porto, tenha sido arquivado.
Pena é que não seja dado o mesmo enfâse que foram dadas às buscas da PJ no âmbito desse processo, nem à tarde em que foi pestar declarações.
Ninguém está livre destes julgamentos sumários na Praça pública e isso deve fazer-nos reflectir. Confundir divergências pessoais com diferenças de opinião.
Rui Rio não soube, ficava-lhe bem revêr as afirmações e afinal assumir o que está à vista de todos - o caso foi empolado por motivos políticos.
Mas também não sejemos ingénuos, se serviu ao PSD para anular um candidato PS popular, também serviu ao PS para impedir um candidato que estivesse fora dos trâmites desejados pelo PS nacional.
Nuno Cardoso pode ir agora pelo caminho mais facil - dizer que foi vitima - e tentar conttinuar no sitio onde aqui à uns tempos parou. Mas não convencerá. Pelo menos a mim, mas acredito que a muitos mais e inclusive aos seus mais próximos. Como ~sempregosta de dizer o meu Pai, a linha recta é que é uma excepção da linha curva.

3 comentários:

Incoerente disse...

Mas porke faltavam provas?!
A comunicação social devia informar o porke ...
corremos o risco de começar a pensar ke os politicos nunca são condenados...

Anónimo disse...

Estou a ver que vim ter a um sítio interessante.
Esta notícia do Engenheiro Nuno Cardoso pouco me diz quanto à sua credibilidade.
Por estes lados, pelos vistos, há alguns adeptos dele. Comigo não contem.
Uma coisa posso dizer: deixou o Porto cheio de buracos e com um buraco financeiro maior do que a torre eiffel!
Como cidadão do Porto, tenho observado que uma certa classe de políticos desta cidade gostam mais de se mostrar do que trabalhar.
Por isso, estamos onde estamos como cidade. E Lisboa sempre a distanciar-se. Será que não crescem todos estes políticos?? Se calhar mais humildade, menos "fala barato" e mais trabalho, fariam alguma coisa por eles próprios.
Eu, por mim, despeço-me e faço votos que existam sempre bom senso neste blog.

João S.

avelino disse...

Nota-se que o autor deste comentário não conhece nem leu o que tem escrito o autor deste post sobre o caso Nuno Cardoso, ou sobre o percurso político de Nuno Cardoso.
Também o "comentador" não percebeu as razões da linha curva.
Por acaso neste blogue sempre fomos criticos ao Nuno Cardoso, mas o que acontece é que apesar dos buracos e duma gestão política que eu acho que não foi boa, todos merecem respeito à honra. A mesma honra que me levou a estar no outro lado da barricada no partido sempre. A mesma honra que me levou a tecer as legitimas criticas que sempre lhe fiz no interior do partido e às vezes fora como aqui no blogue.
Por isso posso dizer que fico satisfeito porque o processo não indiciou um crime. Uma coisa é isso, outra são as opçõees políticas, se fossem a mesma coisa Santana Lopees estava preso.
Agora caro comentador, vir chamar-me a mim de adepto do Nuno é como chamar Portista ao Scolari.
1 ab e venha cá sempre