sábado, outubro 15, 2005

Tratamento biológico no cancro do pulmão- notícia do JN

Basta uma imagem mal escolhida para ilustrar uma mensagem a transmitir, e a mensagem da notícia é alterada.
Ontem saiu no Jornal de Noticias a “Novo tratamento para o cancro do pulmão" - http://jn.sapo.pt/2005/10/14/em_foco/novo_tratamento_para_cancro_pulmao.html
(à esquerda está a imagem escolhida pelo JN)
O erlotinib!
Em rigor, não se trata de uma nova descoberta!
Mas é um título que vende, isso sim!
A verdadeira noticia é que pela primeira vez, doentes Portugueses com cancro do pulmão são medicados com este fármaco, o erlotinib!
O que é o erlotinib?
O erlotinib é um agente farmacológico que inibe o EGFR.
E o que é o EGFR?
O EGFR (epidermal growth factor receptor) é uma proteína que se localiza na membrana das celulas e importante na cicatrização, por exemplo.
E que tem a ver o EGFR com cancro do pulmão?
Em alguns casos do cancro do pulmão, o EGFR está alterado na sua estrutura nas células tumorais em relação ao EGFR das células normais do pulmão, sendo esta uma forma de reconhecer as células do tumor das normais.
Em que casos de cancro de pulmão é que o EGFR está alterado?
Verificou-se que a maioria dos casos de cancro do pulmão que tem o EGFR alterado na sua estrutura (porque tem mutações no gene que a produz) ocorre em doentes que nunca fumaram.
E que acontece a estes doentes com cancro do pulmão que tem um EGFR alterado e são tratados com erlotinib?
Têm melhor sobrevida em comparação com doentes com cancro do pulmão po exemplo associado ao consumo de tabaco e que não é causado por alteração do EGFR.
Por isso só podemos usar o erlotinib em doentes de cancro do pulmão com EGFR alterado e na maioria dos casos, esses doentes nunca fumaram! Porque os doentes que que fumam tem cancro do pulmão causado por alteração de outras proteinas ( muitas delas desconhecidas ainda) e o tratamento com Erlotinib não é eficaz.

Portanto meus amigos, para não ter cancro do pulmão a melhor medida continua a ser a prevenção, ou seja, nada de fumar!
E a escolha de um cinzeiro com um cigarro aceso para ilustrar a notícia do Erlotinib no tratamento do cancro do pulmão não podia ser cientificamente mais errada no JN!
Raquel Seruca

5 comentários:

Incoerente disse...

Lá esta mais um exemplo da contra-informação.
É bom poder aceder aki a este tipo de informação, linguagem simples , bem explicada...

:)

José Miguel Lima disse...

Adorei a explicação.
Obviamente que o jornalista que a fez a noticia para alem de mau profissional é de certeza um fumador.

Cumprimentos para a Raquel

fortuna disse...

Bingo. Émesmo isto que é preciso. Parabens Raquel. Sobretudo pela forma de explicar as coisas. Bj.

Pedro Aroso disse...

Parabéns Raquel

Infelizmente, ainda há muitos imbecis à solta, a defenderem os "direitos" dos fumadores. Talvez o caso mais hediondo seja o da Clara Pinto Correia, divulgado pela própria, na televisão, que faz questão de aparecer a fumar, sempre que é fotografada.

Pedro Aroso
(Antitabagista fundamentalista e militante)

Incoerente disse...

Mas o tabagismo é uma doença , ninguem pode culpar um pobre de um fumador, (pobre sim ao preço ke o tabaco vai, Volta Kantuk ke tas perdoado)
ja viram ter de vir fumar para a Varanda em tempos de chuva??? Isto é humilhante , tem ke se medir as consequencias, esse tipo de medida ke o pedro refere pode provocar o isolamento das populações, a divisão , a exclusão social...
a explicação da Rakel ta muito boa, mas extremismos não.