sexta-feira, abril 08, 2005

Direitos dos animais e a moda

A Fátima Lopes anda numa roda viva a defender o uso de peles dos animais na suas “toáletes”, em tudo que é revista cor de rosa e até… pasmem-se, em noticiários da SIC. Inibo-me de descrever a sua argumentação, mas garanto-vos que não é proporcional à medida de peito ou anca das suas modelos. È vergonhosa e ridícula.
Confessou ser incapaz de visualizar a forma como os mesmos animais eram cruelmente abatidos para lhes ser retirada a pele e defende os direitos dos animais (quais – ela?)
Nós, portugueses, que revigoradamente com Sócrates estamos a reivindicar o esforço de acompanhar o desenvolvimento económico e cultural da Europa podíamos dar um bom exemplo e criar dispositivos que impedissem este triste espectáculo para que, em “light erotic show”, passem as garotas enroladas em peles nos resumos sucintos dos telejornais.
Eu por mim faço um abaixo assinado aqui no Sede – CONTRA ISTO.

3 comentários:

TFF disse...

È ridicula como foi ridicula a argumentação dela ontem na Sic noticias

Jmorais disse...

Avelino,
é com grande satisfação que vejo este tema introduzido, infelizmente este assunto nunca está na agenda dos governantes.
Onde é que está o valor Humano de uma sociedade que permite e incentiva comercialmente a tortura de animais tendo como base uma simples questão de vaidade, será isto lógico e racional.
Não nos podemos esquecer que por muitas diferenças que existam entre nós e eles no sofrimento somos todos iguais.

“A grandiosidade de uma nação e o seu progresso moral podem ser medidos pela forma como os seus animais são tratados.” – Mahatma Gandhi

Avelino disse...

Obrigado João na verdade tem que continuar a estar presente na discussão, não pode o PS mudar por agora ser poder