segunda-feira, abril 18, 2005

O fosso

Já estou um pouco farto de ouvir esse tema da falta de fosso de orquestra na Casa da Musica, que como a maior parte sabe não se justifica pois uma sala de musica não pode ter fosso.
Fosso, fosso é o de poder no CDS/PP. Alguém percebe o que se lá passa? Afinal ainda vai ganhar aquele fulano com nome de ex-corredor de formula 1 por falta de candidatos!
Enquanto isso o Portas (filho, porque o Pai voltou a estar de amores com o PS, "noblesse oblige"), voltou do Dubai bronzeado, de jeans e sapatilhas puma, onde os reltos não referem que tenha cantado o hino!
Depois da Foto devolvida do Freitas, consta que não vai ser esse o acto mais hilariante do ano político da direita.
No Blasfémias dizem que vai ser mais fácil o conclave do Vaticano do que encontrar um candidato ao pequeno partido de direita. Não deixam de ter razão.

5 comentários:

Anónimo disse...

Essa do fosso não percebi. Claro que tinha que ter fosso

Anónimo disse...

Ó Avelino,
1. Como disse o anónimo do comentário anterior: Então o fosso não porquê?
2. Mas já que estamos a falar de fosso, consegue explicar o fosso que a governação Nuno Cardoso deixou a cidade do Porto?
Esperemos respostas.

Anónimo disse...

Não lhe chamaria fosso é mesmo Terra Queimada. Mas isso é próprio dos super vaidosos, dar enquanto são donos de todas as atenções e nunca se disponibilizarem a fazer escola porque lhes tira importância mais cedo ou mais tarde.

avelino disse...

Meus caros,

Uma sala para musica sinfónica não pode ter fosso por razões acústicas, não foi encomendado nenhum fosso e se o fizessem estragavam a sala que está preparada para musica erudita, etc.. Ou seja um teatro de opera é outra coisa.
Sobre o fosso do CDS, bem está à vista! Agora parece que o Telmo já avançou.

avelino disse...

O Fosso do Nuno Cardoso sobre a cidade faz lembrar o discurso da Tanga, era muito mau, muito mau, mas sempre conseguiram fazer pior!